quinta-feira, 7 de abril de 2011

IGREJA DE SÃO MIGUEL PAULISTA - SÃO PAULO - BRASIL






2 comentários:

  1. A Igreja de uma nave, construida em 1.622 - capela-mor e cobertura de telha vã (em duas águas) com madeiramento aparente, foi construída em taipa de pilão. Seu interior possui peças torneadas de jacarandá. Foi reformada em 1691 e no século XVIII, a pedido dos franciscanos, o pé direito da capela foi elevado de 4 para 6m, fazendo com que a cobertura da varanda lateral da igreja ficasse mais baixa, o que possiblitou a criação das janelas do coro.
    Foi um dos primeiros edifícios a ser tombado em pelo Instituto do Património Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 1938, que havia sido recentemente criado. O Iphan a restaurou de 1939 a 1940.[2]
    Em 2006 iniciou-se nova reforma na igreja, desta vez com apoio da iniciativa privada (Petrobrás, Votorantim e Banco Itaú) que através da Lei Rouanet, disponibilizou cerca de R$ 3,1 milhões para as obras de recuperação

    ResponderExcluir
  2. Sao Miguel Paulista na zona leste abriga o templo mais antigo da cidade de São Paulo. Sob a orientação do carpinteiro e bandeirante Fernão Munhoz, a Capela de São Miguel Arcanjo foi construída pelos índios guaianases em 1622. A igreja foi um dos primeiros prédios tombados pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (atual Iphan).

    Em 1938, quase três séculos depois da sua construção, a Capela dos Índios (como é conhecida), descaracterizada e praticamente destruída, passou por um processo de revitalização. Foi um trabalho minucioso em busca de suas origens com o objetivo de manter a autenticidade de sua arquitetura e de seus elementos artísticos. Pinturas do período colonial paulista, arte barroca e traçados incas foram encontrados. A recuperação incluía ainda o resgate de peças e ornamentos de madeiras vendidos a antiquários.

    E com a idéia de dar mais visibilidade ao local, a Praça Aleixo Monteiro Mafra, em frente, também foi restaurada. Implantou-se uma área ajardinada e foram retiradas construções que impediam a visão da igreja.

    Para a preservação, houve um acordo com a sociedade em suspender o uso religioso. Optou-se em organizar visitações, com vitrines, painéis e placas, onde serão apresentadas pesquisas arqueológicas, história e influência dos povos da região (índios, jesuítas, franciscanos, colonizadores, imigrantes nordestinos), demonstração do processo de fabricação de cerâmica indígena, totens que tratam da arte de elementos como altares, púlpito, coro e pia batismal e acervo com imagens de santos, entre outros. O programa conta ainda com palestras e oficinas visando à conscientização da necessidade de preservar o bem tombado.

    Serviço:
    Capela de São Miguel Arcanjo
    Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra, 11 - São Miguel Paulista
    Tel.: (11) 2032-4160

    ResponderExcluir